Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Estou possessa de raiva

por Dona das Chaves, em 30.04.07
Ainda ando um bocado á nora com o modelo desta coisa, mas neste momento, até que isso não me preocupa. O que me está a bater mal, é a porcaria de trabalho que arranjei, e a porcaria de patrão. Trabalhava na empresa há um ano, por trabalho temporário, mas como após um ano, ou nos contratam ou nos despedem, a empresa, em parte pressionada pelo sindicato, resolveu contratar algumas das pessoas que estavam a terminar um ano ao serviço das empresas de trabalho temporário. Até aqui tudo bem, calhou-me "em sorte" ser contratada, o pior veio depois. O contrato temporário terminou a 31 de Março, e a empresa mandou-nos continuar a comparecer e ocupar as nossos lugares, dizendo que os contratos seriam de 6 ou 8 meses, mas que estavam a tratar de tudo, para que não nos preocupássemos. De boa fé, toda a gente se deixou levar, o mês foi passando, nada de contrato para assinar. Finalmente hoje, último dia do mês, começam a chamar as pessoas em pequenos grupos para assinar contrato, e lá se começa a ver o pessoal a regressar com cara de poucos amigos....chegada a minha vez, lá vou eu, para a desilusão total.... Contrato de 6 meses, correcto, um mês á experiência, duvidoso, tendo em conta a duração do contracto, mas adiante, horário de trabalho 40h semanais, mais umas confusões, sem dias especificados, o que significa que se, se lembrarem de ser de terça a sábado, ninguém pode reclamar, ou outro pior que se lembrem, lindo.... Mais uma "carrada" de perguntas, pois, que eu leio tudo, muito bem lidinho, e pergunto tudo e mais alguma coisa, não vão eles fazerem uma interpretação do português diferente da minha e as coisa não ficarem bem esclarecidas, chega-se á parte incómoda do momento, o ORDENADO, o GUITO; o PILIM; a MASSAROCA; o ARAME; etc e tal. Andaram um mês a enrolar, e no último dia, aparecem com uma MERDA de ordenado, que após as contas feitas, depositarão mensalmente na minha conta bancária qualquer coisa, que será igual ao ordenado que ganhava em 2000, quando trabalhei nessa empresa.....Sete anos depois, a miséria de 80 cts...... Eu sei que há muita gente que ganha menos, mas, neste caso, nós pensámos que iríamos ganhar igual aos trabalhadores da empresa, eis senão, que nos atribuem uma categoria diferente (100€ de categoria), para fazer exactamente a mesma coisa, dar o mesmo rendimento, senão mais. Hipócritas, é o mínimo que lhes posso chamar. Quando se pergunta: "_ E se eu não quiser assinar?" A resposta é , não assina e vai embora....assim, sem mais nem menos. Quer dizer, assim no último dia, encosta-se o pessoal á parede e lá vai chumbo grosso, e agora aguentem. Se têm posto as coisas nos termos certos no inicio, ninguém tinha aceite tal coisa, e a empresa de trabalho temporário passava o papel para nós irmos engrossar as filas do desemprego......, mas não estávamos a ser exploradas. Qual é a destes gajos? Querem o quê? Que a gente trabalhe igual, com categoria -2, (menos dois), então não? Óbvio que o rendimento baixou, afinal sou de 2ª categoria, não tenho de trabalhar igual, isso é para quem leva 100€ a mais no ordenado, ora bem, que trabalhem, que é para isso que ganham mais.... Durante este mês, quando alguém perguntava como é que iam ser as coisas, respondiam que estava tudo a andar ( contractos), que não íamos ter problemas... ora pois não.... A algumas pessoas que faziam um ano na empresa durante o mês de Abril, como temporárias, disseram que não se preocupassem quando recebessem a rescisão do contrato temporário, que não valia a pena procurarem trabalho, que iam ser contratadas.....Afinal, todas as pessoas que entraram depois de 15 de Abril, foram mesmo despedidas, não fizeram contrato a ninguém, que entrou depois dessa data. As pessoas confiaram nestes gajos, e levam um pontapé. Ainda por cima estão a contratar mais temporárias, para o lugar das que mandaram embora, isto lá tem alguma lógica. Estou possessa, com raiva, ódio. Furaram-me os projectos para um futuro próximo, sou obrigada a assinar uma coisa que não posso aceitar, para não ir para a rua sem nada. Mas que merda de governo temos, que merda de leis permitem estas situações? Andaram os nossos pais a fazer greve, manifestações, a reivindicar melhores condições de trabalho, melhores ordenados, para agora virem uns ranhosos, que nos governam, dar poder ao patronato para nos lixarem, enquanto enchem os bolsos á nossa conta, e andar-mos para trás? Afinal para que lutaram os nossos pais? E nós, vamos deixar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56

Á beira-mar

por Dona das Chaves, em 28.04.07

É para aqui vou, sempre que estou em baixo. Estar aqui á beira-mar, traz-me tranquilidade, paz, e ajuda-me a tomar decisões, e não agir sem pensar, ou já teria feito uma série de disparates. Se bem que muitas vezes, devesse ceder, e agir por impulso, tipo aquelas coisas que nos ficam entaladas na garganta, por dizer, como um Gosto muito de ti, ou mesmo Amo-te. Essas palavras nunca as devemos calar, pois podemos não ter outra oportunidade de voltar a dizê-las...
Daqui podemos ver a Tróia, a Arrábida (já é em pleno Parque Natural da Arrábida) , o desaguar do Rio Sado no Atlântico, e quem sabe com alguma sorte os golfinhos que por cá vivem. Só é pena aquele masmorro que é a Secil, a cimenteira, que estraga um pouco a paisagem e ainda está a comer o "miolo" da nossa serra. Espero bem que nunca aqui ponham a porcaria da co-incineração de resíduos perigosos, afinal esta foi uma das ideias tristes que o "engº" Sócrates teve quando era ministro do ambiente. A gora que chegou ao poder toca de enviar para cá a porcaria que não quer queimar na terra dele, nada tolo o sr.... Virem queimar resíduos perigosos num Parque Natural, é uma ideia tão peregrina como tentarem que as vacas venham a produzir leite em pó, não tem lógica possível, mas como neste país tudo se faz, tudo se consegue, ainda temos de levar com a porcaria dos resíduos perigosos na Arrábida, e as ditas vacas é nunca irão dar leite em pó. Bom, vai daí, até isso ainda acaba por acontecer, com o aquecimento global, e as secas cada vez mais frequentes.....
Eu sei que os resíduos perigosos tem de ser eliminados, mas também há que tomar medidas para que se produzam cada vez menos resíduos, sejam eles perigosos ou não, porque a queima de resíduos faz emissões de gases na atmosfera, que contribuem para o aquecimento global, e isto tem um efeito bola de neve, um dia acaba por nos esmagar. Mas quem nos governa, e muitos outros, não estão preocupados, querem é ver as suas contas bancárias com grande número de dígitos, querem lá saber do mundo que cá deixam aos seus descendentes, eles que se desenrasquem, afinal é o que elas estão a fazer, desenrascam-se enquanto podem, afinal morrem antes das consequências se manifestarem, e querem lá saber se as temperaturas médias estão a subir, se os glaciares se derretem, se cada vez há mais furacões, ou cheias. Querem é produzir armas químicas, e uma infinidade de coisas que só servem para nos prejudicar. É certo que muitos produtos que utilizamos, na sua fabricação deixam muitos resíduos, mas há sempre forma de mudarem as coisas, ainda estamos a tempo de conservar um pouco, e salvar este planeta que por enquanto ainda é AZUL.
Enfim, eu adoro o mar, e adorava viver numa daquelas casas com vista para lá, mas também sei que não se deve construir perto desses locais, e que isso é só para os tais dos resíduos, e que têm muitos dígitos nas contas bancárias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

Sem dormir......

por Dona das Chaves, em 28.04.07
Não tenho sono, ando sem dormir desde dia 25, e nem parece que todos os dias a porcaria do despertador toca ás 5.30h. Ultimamente quando toca já eu dei umas voltas na cama a pensar porque é que só vou ter sono precisamente na hora que vai despertar. O meu gato, esse já está cheio de sono e farto de me "convidar", para me ir deitar, nem parece que dorme praticamente todo o dia, o sacana. Além disso ao fim de semana, quando durmo até bem mais tarde, o fulano, faz-se preguiçoso e não se quer levantar, permanecendo em cima dos meus pés (e não é tão leve quanto isso, sempre são 7 kg de gato) , e muitas vezes tem a displicência de permanecer deitado depois de eu sair do quarto. Vida de gato é outra coisa...E eu lá por ter olhos azuis e ser xana, não consigo ter a boa vida que este sacana tem, é o que dá mover-me apenas em duas "patas" e não em quatro como ele, e também não tenho cauda. O gajo permanece aqui ao lado, em cima do braço do sofá a olhar, com cara de idiota, de vez em quando abre a boca, para mostrar o sono. Ai, ai, e se olho mais demorado ainda tem a lata de miar. Na próxima encarnação quero ser gato como ele, isto se, encarnar, ninguém garante que vá encarnar, posso "empeixar", ou "envegetar".
Dasssss, que parvoíce! Só mesmo coisas da minha cabeça, mas ou isto, ou lamentações, e nesse aspecto resolvi dar folga ao pensamento e ao coração, pelo menos por agora.....
A parva da rata ( um hamster) , durante o dia dorme, agora á noite leva o tempo todo na roda e a tentar roer as grades. Deve ser tipo aqueles prisioneiros que dão nos filmes, e que é durante a noite que escavam o buraco, ou limam as grades da janela, para fugirem, e depois são apanhados 100 mts á frente. Enfim, pobre bicha, afinal vive enclausurada numa gaiola, tem de fazer alguma coisa, ou fica doida.
Por agora chega, tenho mesmo de ir para a cama, vou tentar deixar o coração e o cérebro ( ou aquilo que penso ser um cérebro ) , aqui na sala, para poder dormir, sem pensar no que me está a acontecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:11

.....

por Dona das Chaves, em 27.04.07
Isto a cada dia que passa só piora. Hoje não foi excepção, não bastasse o facto de me sentir péssima, ainda vejo num jornal a notícia da morte de um colega dos tempos de escola, num acidente. Caramba, a vida é uma grande merda. As pessoas que mais tem para dar ao mundo, são as que partem mais cedo. Não via o Victor há bastante tempo, há alguns anos talvez, nem sabia que era bombeiro, e por ironia do destino, logo foi perder a vida num acidente a caminho do quartel, precisamente no local, onde será construido o novo edificio dos bombeiros de Águas de Moura. Tive o prazer de conviver com o Victor, nos tempos de escola, na prepração de um intercâmbio com alunos da Dinamarca. Fazia parte do meu grupo nas actividades de angariação de fundos para a nossa viagem. Era amigo, divertido, e daquelas pessoas sempre prontas a ajudar.
Descansa em Paz, Victor.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

Adeus

por Dona das Chaves, em 26.04.07
Estou sem palavras para descrever o meu estado de alma neste momento.

Apenas deixo estas duas músicas dedicadas a alguém que marcou os últimos meses da minha vida, mas que a mesma vida me tirou, sem culpas.

I don't wanna miss a thing - Aerosmith



Memories - Whithin Temptation




Estas músicas são para ti, tu sabes quem! onde quer que estejas. Espero que alcances aquilo que foste procurar, eu estarei aqui, se decidires voltar para junto daqueles que te querem bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:39

where are you?

por Dona das Chaves, em 25.04.07
Where are you?
Where did i find you?
Where are you, i need you.
Where do i look for you?
Why, you disapear, whithout a sign?
I am here. I am waiting, give me just a sign.
Oh, God, how i miss your touch, when you kiss
me gently, i miss your words im my ears.
You have given me a sign, why i didn't took
a chance?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Vou fugir

por Dona das Chaves, em 25.04.07
Hoje estou em baixo. Sinto-me triste, revoltada. Aparentemente não se nota, afinal não deixo transparecer isso, mas só eu sei como me sinto. A culpa? É de tanta gente e de ningúem ao mesmo tempo. Em parte minha, em parte de outros. Afinal a nosso vida não é só gerida pelas nossas vontades e desejos, está dependente de factores externos, e de influências de terceiros. E é por causa dos tais terceiros, que acabo por estar assim sem rumo, com vontade de fugir. E talvez um dia o faça, a vontade é grande, e se tudo continuar como está é o que faço, já estive bem mais longe de o fazer. Só o tempo o dirá. Não tenho amigos, amigos daqueles verdadeiros, com quem desabafamos os reais problemas da vida, amigos daqueles a quem basta um olhar e percebem como nos sentimos, daqueles que quando estamos a cair, nos seguram, e mesmo que não consigam segurar, pelo menos amorteceram a queda. Tenho muitos conhecidos, disso não me queixo, mas não é isso que dá sentido á vida. Tenho uma amiga, já é bom, há quem não tenha ninguém, mas neste momento, não posso ir chorar as mágoas junto dela, afinal ela também não está nos melhores dias, e apenas lhe posso dar o meu apoio, sem deixar transparecer as minhas mágoas. Sinto-me um zero á esquerda, por causa dos conhecidos que pensava serem amigos, acabei por me dar mal. Nem familia de jeito eu tenho. Em casa? Seria melhor morar sozinha, a verdadeira solidão deve ser menos dolorosa, que viver num local onde todos os dias nos desrespeitam, nos fazem sentir que realmente estamos a mais, que nos fazem sentir que somos com um robot que se usa para limpar a casa e depois se guarda quieto num armário, até ao dia seguinte, quando houver necessidade de limpar tudo de novo, mas sem barulho. Os berros, devem ser encarados como conversa, mas não se pode responder ou a intesidade dos mesmos aumenta, e claro, os robots não falam, como tal bico fechado, e não, nada de sentir dor, também não tem sentimentos.
Um dia bato com a porta, afinal a tecnologia está em avanço, e quem sabe os robots também batem com a porta e abandonam os mestres, para governarem as suas "vidas" e quem sabe o mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

Sonho

por Dona das Chaves, em 25.04.07
No vazio da noite, procuro
um olhar, um sorriso, um
toque quente do teu corpo.
Não, estou só!
É quando, sinto
o frio da solidão.
A noite não é mais a mesma
companheira cúmplice, das
longas noites quentes.
E sonho! Sonho que volto
a sentir o calor do teu corpo,
o sabor ardente de um beijo
profundo.
E o sonho é tudo o que resta.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:51

Estou a pirar

por Dona das Chaves, em 24.04.07
Estou a ficar zaruca, e não é de agora... e a situação está a adquirir um certo grau acentuado. Mais dia nenos dia estou a postar entradas no blogue, a partir de um hospital psiquiátrico, então é que vai ser lindo, se agora o que sai, é o que se vê, depois então....
Tenho pensado no nome que dei a isto, que coisa mais sem sal. Tinha tantas opções viáveis, tal como: A pássara da tia aos saltos na areia; ou Camarões do restolho; outro podia ser Devaneios de uma gaja solteira, sei lá tinha tantas hipóteses e sai-me isto: blue eyes. É oficial estou a precisar de um psiquiatra e urgente. Enfim agora também tenho um animal todo "pipi", com quem podem brincar. (esta foi mal, ainda vão dizer que brincam com o meu pipi, mas não o bichinho chama-se murças).
Ontem andou aqui por terras do fim do mundo, um sr muito pequenito que parece que é presidente de um partido da oposição, com o objectivo de alertar o governo para a localização do novo aeroporto. Não entendo porque não foi convidado o presidente da junta cá da terra para saber se partilha da opinião desse sr e daqueles que o acompanhavam. Afinal em algumas notícias que li, há quem avente a hipótese de se ter escolhido a Ota, por interesse económico, de alguns, por causa das expropriações necessárias para tal obra, e que dizer desse sr, terá comprado terrenos aqui, aquando dos estudos preliminares, e agora está ver que não valorizaram porque o aeroporto vai para o outro lado? Quer dizer, para se construirem loteamentos para habitação não se podem abater sobreiros, mas para construirem um aeroporto já podem, e logo muna das maiores manchas de sobreiros da Peninsula Ibérica, que para quem não sabe, esta área é uma das maiores manchas de sobreiros da Peninsula Ibérica, e a cortiça é senão um dos produtos mais exportados por Portugal, tem um grande peso no PIB (produto interno bruto). Esse sr e os que o acompanham, apontam todas as razões e mais algumas, para não se construir o aeroporto na Ota, não digo que não tenham alguma razão, mas aqui também não é sitio para aviões. Se há estudos que apontam que obras de alargamento na Portela, podem resolver a questão por largos anos para quê gastar dinheiro onde não faz falta? Não haverão obras mais importantes? Somos um país tão pequenino, mas sempre a "querer dar passos maiores que as pernas". Já fomos uma grande nação, descobrimos meio mundo, mas os homens da altura não souberam lidar com a riqueza que se gerou, e nem os que se lhes seguiram, e hoje somos o que se vê. Sempre a querer crescer para o lado errado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15

Boa sorte

por Dona das Chaves, em 23.04.07
Começo a gostar desta "treta", agora adicionei um contador de visitas, provavelmente vou sair desiludida, quando perceber que ninguém me visita, mas "prontos", a coisa assim fica mais porreira, tem um ar mais importante.
Hoje vou apenas desejar :

BOA SORTE EUSÉBIO.

Que melhores rápido, e que possas ver ao vivo, o nosso Glorioso mandar os lagartos para casa com o rabo entre as pernas.
Isto é o que dá nascer com o coração vermelho, que se pode fazer? Para alguns será um defeito, para outros uma qualiddade. Eu também não pnho defeitos aos que são como melancias, verdes por fora, vermelhos por dentro, ou áqueles que se dizem azuis, mas que em certos jogos trajam de laranja, numa tentativa de aproximação ao Vermelho Glorioso.
Já sei que posso levar umas "dentadas", mas com essas posso eu bem, serão bocas da reacção, querem ser e não conseguem.....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:00

Pág. 1/2



O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2007

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D