Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Formiga

por Dona das Chaves, em 27.08.08
Como matar fácil uma formiga?




Sendo um animal, enorme, feroz e muito perigoso, existe uma forma fácil de eliminar tal elemento!
Põe-se sal, água-ardente, um palito e uma pedra! A formiga vai comer o sal, pensando que é açúcar, fica com sede e vai beber a água-ardente porque pensa ser água pura. Fica bêbada e zonza tropeça no palito, bate com a cabeça na pedra, morre de traumatismo craniano!
Simples, fácil, rápido e sem deixar vestígios. O crime perfeito!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Impressionada? ou impressa? Sei lá...

por Dona das Chaves, em 27.08.08

Quando comprei o PC portátil, demorei uma eternidade para instalar a impressora. Por várias razões, sendo uma delas o facto do sistema operativo ser Windows Vista, isto demorou, eu desisti, voltei a tentar, e tive de deixar o computador ligado quase 24 horas para que a instalação ficasse completa. Não ficou, porque a "incompatibilidade" com o Vista fez com que não se instalassem os drivers do scanner ( é uma impressora all in one), e não os consegui descarregar da Internet. No entanto como impressora e copiadora a máquina funcionava, deixei andar. Recentemente por causa das quebras de ligação de Internet e por causa do apoio ao cliente, acabei por formatar o computador, sem necessidade, diga-se, porque o problema não era mesmo o computador, e lá se foi a instalação da impressora. Lá fui eu descarregar os drivers, lá tentei instalar tudo novamente, mas como não me lembrava ( coisa parva, não me lembrar) que tinha de deixar isto ligado, a instalação não se efectuou e eu nunca mais me lembrei, até porque não imprimo muita coisa. Agora como vou precisar da impressora activa, a "mini-terrorista" tem uns desenhos para colorir muito giros, a tia também gosta, tem de os copiar, e lá vou eu imprimir. Imprimir o quê? Nem a impressora era detectada, lol. Bem vai ficar ligado o raio do computador o tempo que esta "traita" precisar para fazer a instalação da dita. Vamos lá ver se chego a colorir os desenhos antes que os lápis de cor ganhem bicho da madeira e vão parar à salamandra no Inverno. Já agora, será o fumo dos lápis de cor também ele colorido, se calhar ainda vou tentar queimar uns quantos, a caixa tem tantos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

Há mais mares que...

por Dona das Chaves, em 25.08.08

... marinheiros! É bem verdade, e se marinheiros, para mim só há um, mares há muitos. E eu sou de marés, e até ver fico. Não sei viver sem escrever, nem sem ir aos outros blogs deixar comentários. A má fase não passou totalmente, mas vai passando. Fui promovida no trabalho, se é que se pode dizer assim. Pode-se, claro que se pode, afinal passei da lavagem e tratamento das viaturas para o escritório da oficina. Se isto não é ser promovido então o que é? As responsabilidades mais que duplicaram, quadruplicaram, porque a maior parte das tarefas, e dos trabalhos passam pela oficina, e tudo tem de estar em conformidade com os trabalhos efectuados, para que no final de cada mês, tudo se conjugue para que se possam facturar os mesmos, aos clientes, e não hajam perdas para nenhum dos lados. Como tal, há muito trabalho informático a fazer, muita base de dados a ser trabalhada. Vamos ver, como me vou sair nas novas funções, eu gosto de tudo muito certinho, e pretendo fazer um trabalho sem erros, embora, não esteja isenta de errar, afinal não sou nenhuma máquina, e mesmo essas também erram de vez em quando.
O resto vai com as marés, mas sem marinheiro por perto :(.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

The end!

por Dona das Chaves, em 17.08.08

O blog, vai terminar! Preciso renovar, reorientar o meu caminho, e a Internet vai deixar de fazer parte do meu dia a dia. A vida vai prosseguir noutros moldes, longe de vícios, numa desintoxicação necessária ao uso adequado do meu neurónio e da máquina que me faz mover. As batalhas perdidas são em maior número que as batalhas vencidas, como tal o saldo da guerra é totalmente negativo. Deveria ter aprendido a andar a pé, quando me sabotaram os travões pela primeira vez... mas achei que o meu caminho já só teria curvas, circulava a 100, e eis senão que lá surge uma encruzilhada... e eu com nova sabotagem nos travões... continuarei a escrever, à antiga, em papel, como sempre fiz, sem que alguém possa entrar nos meus sonhos, nos meus medos, nas minhas mais secretas idealizações que tantas vezes permiti ao publicá-las. Um dia quem sabe, talvez as possam ler, quando eu já não for mais a mesma que sou hoje, quando eu já conseguir sorrir ao olhar para o mundo que me rodeia, sem sentir que fui coberta pela penumbra de um eclipse, a qual nunca mais me abandonou. Um dia quem sabe eu seja capaz de superar o risco de circular sem travões numa estrada que não tem apenas curvas, mas algumas encruzilhadas. Por agora ainda não consigo, estampo-me com muita frequência, e as feridas não se vêem, mas magoam mais que as que sentem na pele. Desde há 15 anos são muitas curvas, muitas encruzilhadas, muitas marcas impossíveis de sarar, e eu preciso gritar, gritar alto, mas não aqui. O meu caminho será a pé, para que as quedas sejam menores.
Obrigado a todos os que se juntaram neste caminho, que agora abandono, prossigam com a vossa marcha. Obrigado por todos os comentários, que me foram ajudando a prosseguir, mas o caminho tornou-se pesado e muito difícil de prosseguir em frente. É um mal necessário, desintoxicar, para poder respirar de novo! Aprender a conduzir sem vícios, e antecipar as curvas e encruzilhadas.
Façam favor de serem felizes, eu serei, longe da Internet, longe do mundo que nos aproxima mesmo quando não nos conhecemos, mas que também nos afasta, quando não temos capacidade para perceber que já estamos a alta velocidade, mas sem travões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:59

10.000 maníacs...

por Dona das Chaves, em 15.08.08
Nos últimos tempos não tenho escrito quase nada, e nem tenho sido tão assídua nos blogs amigos como gostaria. A net ontem para não variar, voltou a "morrer". Telefonemas da praxe, as confusões do costume, e enfim lá ficou desta vez uma reclamação com carácter de resolução urgente e com vista ao tratamento definitivo da questão. Não sabia que eram precisos alguns meses de quedas sucessivas na ligação de internet, formatações desnecessárias do computador, ligações e reclamações aos berros com o apoio ao cliente, mais outras tantas configurações do modem, etc e tal, e alguns operadores do apoio ao cliente a desfazerem-se em desculpas em nome da empresa, para me darem andamento à questão. Tudo isto, a juntar à questão de tempo que deveria levar a uma resolução da avaria, e à questão de que pagamos para estar 24 horas ligados, mas o departamento técnico só trabalha no horário 8/17 horas. Logo, quem tem uma avaria na sua ligação de Internet está sujeito a este horário, portanto se o técnico necessitar prestar assistência no local, tem de faltar ao trabalho, ou não lhe resolvem a questão. Se fornecem um serviço que diz ser 24 horas, então porque não prestam assistência técnica num horário mais alargado, incluindo o fim de semana. Sempre davam trabalho a mais pessoas, e prestavam um serviço com qualidade.
A questão toda deste post, afinal, não é o raio da avaria ser ou não resolvida em tempo útil, que isso eu já sei que não será, mas sim, o número de visitas deste espaço gerido com um único neurónio. Como tenho utilizado net móvel, e esta é tão lenta, para o que quer que seja, nem me dei conta que estava a chegar ao visitante número 10.000. Muitos blogs atingem este número de visitas em pouco tempo, principalmente os que estão noutras plataformas. Este blog já por aqui anda há 16 meses, se bem que não comecei logo a usar o contador de visitas, mas, para um blog gerido com um único neurónio, que ainda por cima tem tantas avarias como a ligação à Internet da dona, não está mal, não senhora.


Para o visitante número 10.000, que por enquanto ainda não sei quem foi, não se manifestou, deixo uma lembrança. É de coração, que deixo uma foto de minha autoria, de uma bela flor de um cacto, porque como na vida, por detrás dos espinhos também existe beleza.



Obrigado a todos os que vistam este espaço, e perdem algum do seu tempo a ler e a comentar as minhas palavras, mesmo quando não fazem sentido.
E que venham mais outras 10.000 vistas, demore o tempo que demorar, o neurónio estará por aqui para as receber de sorriso aberto e sempre com uns posts à altura de si mesmo, um neurónio com muito ainda para dizer, mesmo que seja asneira...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:59

Donos do tempo

por Dona das Chaves, em 12.08.08

O post do Jorge, "A espera... o silêncio das palavras" , fez-me lembrar que eu não gosto de esperar, em absoluto, seja pelo que for. Também não gosto de fazer esperar. No entanto a vida é feita de tempos de espera. Para tudo o tempo tem de ser de espera, até para os cozinhados, para no final do mês receber o ordenado, às vezes para nos levantarmos temos de esperar que seja de novo outro dia. Ultimamente também a minha vida é feita de esperas, e se umas não me afligem, embora como já disse não goste de esperar, outras há que me fazem desesperar a passos largos. Usamos um relógio, mas não somos nós que mandamos no tempo que ele vai contando, apenas serve para nos orientarmos, não somos donos de nada. Temos de andar às ordens do tempo, e não é o tempo que anda às nossas ordens. Nem podia ser de outra forma, porque se nós pudéssemos mandar, era complicado porque cada um mandava à sua maneira, e o tempo é de todos, logo, não pode ser comandado independentemente por cada um de nós. E agora, vou ter de continuar a esperar... por um tempo contado, dia a dia, mês a mês, sem poder desesperar, porque vou ter vou muito tempo para isso quando chegar o dia D, ou então não...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

Prémios de Verão!!!

por Dona das Chaves, em 09.08.08
No outro dia fui presenteada com dois prémios pela amiga Pessoinha! Já deveria ter dado conta do recado aqui no meu "estaminé", mas a net aqui tem dias... e como tal, eu ás vezes venho só fazer de médico a fazer consultas (visitar os blogs amigos) e passar receitas (deixar comentários).
Obrigado, é sempre bom receber prémios, mesmo quando não temos o "estaminé" actualizado, como era o caso.





"And the prize goes to:"

A doida de serviço
Surfista na espuma
Caladinho, mas fala bem!
Há tempos que não se janta aqui...

Estes "serem" os nomeados do Verão, no Outono logo se vê...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:29

Verde é o B....

por Dona das Chaves, em 07.08.08
Livra, isto de ir ao banco anda assim meio perigoso. E eu que tenho conta neste banco, que volta e meia é assaltado. Que assaltem os bancos, menos mal, mas fazerem reféns é que não... Já nem se pode ir depositar as fracas migalhas que nos restam sem que corramos risco de ser sequestrados e ter uma arma apontada a nós. Infelizmente este assalto/sequestro terminou de forma menos "amigável", se é que se pode dizer assim, com os sequestradores a serem atingidos pela polícia, tendo um deles sido atingido mortalmente e o outro está gravemente ferido, ao que parece. As negociações com os sequestradores não tiveram o efeito esperado, e as pessoas sequestradas tiveram o susto de uma vida.Nem sempre as coisas correm da melhor forma nas negociações deste tipo de acontecimento. E já não se pode ir ao banco, é o que é!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:25

Morto de fome!

por Dona das Chaves, em 03.08.08
Acho que quem fez estes videos conhece o Elvis o gato... e em vez de haver um dono, devia ser eu nos videos! Este é sem dívida nenhuma o meu Elvis o gato quando quer comida!



Igualzinho, sem tirar nem por! A cópia perfeita até no tamanho do gato!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:31

Apanhada outra vez, ai as minhas goelas...

por Dona das Chaves, em 01.08.08

"Fosgassssssseeee"! Isto de ter amig(a)dalites três ou quatro vezes por ano, não está com nada! Vou ter de ir ao médico, averiguar o que se está a passar comigo, e perguntar se posso ir à faca. Sim, porque desde há cinco anos que isto se repete, três a quatro vezes por ano. E se umas vezes, tomo antibiótico, outras os médicos acham que só mesmo aquelas injecções que me põe o traseiro em chamas e as pernas a coxear durante uns dias ( a famosa penicilina, antibiótico injectável, portanto) é que resolvem a questão. Este ano já vou na segunda amigdalite, e ainda faltam cinco meses para o final do ano. Para piorar a coisa, tenho febres altas, e dores no corpo, lá tenho de juntar um medicamento para aliviar a situação, e assim ando nos "drunfes", mas a garganta continua em fogo, e ainda tenho um ouvido apanhado do clima, à conta da amiga da lite, que eu nunca fui apresentada a essa tal de lite, pode lá ela ser amiga de alguém... "Fosgasse" chamem o dr. House por favor...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:19


O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D