Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Enganada, humilhada, maltratada.

por Dona das Chaves, em 27.10.11
Neste momento sinto-me humilhada, e nada fiz para isso. Após três anos e meio de dedicação à empresa, sou passada de cavalo para burro. Se comecei na limpeza de viaturas, e passei depois para os serviços administrativos da oficina, e depois para os serviços de entrada e expedição de viaturas, e nunca me mudaram a categoria no recibo de ordenado, já foi com deliberada intenção. Após a reestruturação da empresa, e os despedimentos, eu pensei que a minha vez chegaria, porque começou a faltar trabalho e a sobrar tempo aqui no departamento. Como renegociaram o ordenado do chefe, pensei que eu seria despedida. Não fui, mas a sensação de que não era viável eu continuar aqui, quando o trabalho mal dá para um, quanto mais para dois, foi-se acentuando dia para dia, e algumas vezes reflecti isso nos meus blogues. Pois hoje, foi o dia... Aproveitando que o chefe veio mais tarde, o administrador veio falar comigo sobre a decisão da empresa. Não me foi previamente perguntada a opinião, apenas me foi comunicada a decisão, HOJE a DOIS dias de me mudarem, com a conversa de que podemos ter opiniões diferentes e não concordar, mas que decidiram que como eu sou boa funcionária, como posso vir aqui substituir o chefe quando ele estiver de férias, mas como sou mulher e na oficina os homens não são bons a limpar as viaturas, falta lá aquele toque de perfeccionismo que eu tenho, volto para a limpeza de viaturas. Até aqui tudo bem, foi lá que comecei e até entendo a reestruturação. O pior veio depois... como não há neste momento quase nenhumas viaturas para limpar, e mandaram embora a empregada das limpezas, eu vou ficar encarregue de limpar as instalações da empresa e as casa de banho, neste caso as dos homens ( mulheres somos apenas duas, eu e a rapariga da facturação). Eu estive apenas 1 mês na limpeza de viaturas, no segundo mês fui substituir nas férias a rapariga do escritório da oficina, e já não me deixaram sair de lá, porque ela tinha o trabalho mal executado e atrasado. Há mais de 3 anos que estou nos serviços administrativos, e agora assim de chofre, passo a empregada da limpeza. Sinto-me humilhada, gozada. De modo nenhum sinto que estejam a dar valor ao meu profissionalismo e dedicação. Se fosse só voltar para a limpeza de viaturas, ainda entendia, aceitava na boa, mas transformarem isso em outra coisa, sem sequer me consultarem antes de decidirem, não aceito. Não vejo nenhum mal em ser-se empregado de limpezas, mas não é por obrigação que o aceito fazer. Não foi o trabalho que eu procurei quando vim para cá trabalhar. Uma coisa é eu procurar esse emprego por iniciativa própria, outra coisa, é transformarem três anos e tal de trabalho em despromoção, e fazerem de mim pau para toda a obra. Vou fazer limpezas, e se o chefe faltar ou for de férias, eu venho cá fazer o serviço dele, depois volto ao avental, luvas e esrfegona. NÃO. A conversa de que se a empresa melhorar, eu volto para aqui, porque estou dentro do serviço é história para boi dormir. A conversa de melhorar a empresa já não convence. É conversa com 2 anos, e nunca mudou para melhor, só piorou. A conversa de que há conversações de outros de negócios já tem  2 anos e nunca nada se concretizou. A conversa de novos clientes já tem 2 anos, e nunca aconteceram novos clientes, apenas serviços pontuais. Não acredito em milagres, muito menos no Pai Natal e no Coelhinho da Páscoa. Na actual conjuntura, acredito que o que está mau, vai piorar. Preferia mil vezes que me tivessem mandado embora com o primeiro grupo, que me manterem aqui para me humilharem desta maneira e obrigarem-me a tomar decisões muito difíceis. NÃO aceito. Eu devia ter sido consultada antes, e devia tre-me sido dada hipótese de negociar a saída como fizeram com os meus colegas que foram despedidos. Não, não me digam para ter Esperança, eu já não consigo. Vou ter de lhes comunicar que NÃO CONCORDO, e só aceito porque não me dão outra hipótese, e que vou procurar outro trabalho entretanto.  Sim, estou à procura de TRABALHO!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:14

Ficar em casa...

por Dona das Chaves, em 26.10.11

Está bom para os fabricantes e vendedores guarda-chuvas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:36

Já não há Portas a Bater...

por Dona das Chaves, em 24.10.11

E peguntava Jeroónimo Sousa do PCP, onde anda o Ministro Paulo Portas, que andava sempre blá, blá, blá, sobre tudo e mais alguma coisa,  e desde que saiu o Orçamento de Estado para 2012, nunca mais foi visto, nem abriu a boca...
Eu a isso tenho a dizer que Paulo Portas, "fechou-se............................ em copas...!!!"

e aqui entre nós, que ninguém nos ouve... está na Líbia, para o funeral de kaddafi... em solidariedade aos camelos, que ele trouxe quando cá esteve por altura da cimeira UE - África em 2010.



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19

Depois dos porcos e das galinhas, é a vez do...

por Dona das Chaves, em 20.10.11
Depois desta gripe, veio esta:

este ano, será outro bicho a causar a gripe, pelo menos para os portugueses:

Será este:
    
  •   
  •   
  •   
  •   
  •    
  •    






Tenho para mim, que vamos ter gripe do coelho por muitos e longos anos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:37

Oh! Desókupa aí o espaço...

por Dona das Chaves, em 19.10.11

Como é normal nesta época e para não destoar dos restantes anos, os meus pulmões resolveram dar guarida a um monte de virús e bactérias, sem cobrar renda por isso. Expulsaram-me do meu corpo, e agora parece que ando aqui à volta a pairar na esperança que a porta se abra e eu me possa encaixar em mim novamente. A 1ª tentativa de encaixe no meu próprio corpo, foi feita no sábado com uma ida ao atendimento complementar do centro de saúde, e saldou-se no meu pedido para uma dose cavalar de penicilina, que normalmente é o que põe as bactérias com os cabelos em pé e a fugir a sete pés da minha garganta. Deve ter resultado, se bem que devem ter ficado algumas, mais corajosas, porque a coisa não está totalmente em condições, ainda há sensação de arrasto na garganta, e o hálito não voltou ao normal, logo, as danadas não se devem ter assustado e ficaram cá para vingança da expulsão das outras. Nos pulmões o festim é total, devem haver raves, disco-sound anos 80, festas de música electrónica e rock sinfónico a bombar o tempo todo. Não há rebuçado de mentol que me tire a voz de bagaço, nem mel com limão que me valha. O nariz está tratado com cetirizina, pois mais parecia uma torneira com a rosca moída, apertava, apertava, e se largava,  a qualquer momento desatava a correr água  em bica, e corria o risco que me fosse servir de tempero e de cair directamente dentro do tacho do jantar... Já devia estar habituada a estes okupas, pois é, a mesma treta todos os anos, pelo menos duas vezes, instalam-se a seu bel-prazer, e eu que me aguente, quem me manda ser fraca da garganta e dos pulmões, ter as defesas em baixo e beber 0,75 cl de água gelada antes de dormir, já para não deitar culpas também ao ar condicionado no trabalho. Já pedi uma ordem de restrição para bactérias e virús okupas, para o próximo ano em Março, mas quer-me parecer que o pedido virá recusado por falta de quórum por parte dos agentes da defesa envolvidos no processo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45

Quem quer contribuir?

por Dona das Chaves, em 17.10.11
Um fulano ao chegar à praça da portagem da Ponte 25 de Abril, constata que o trânsito está literalmente parado. Vê aproximar-se um indivíduo, carro a carro e a conversar com as pessoas, até que chega junto dele e lhe diz:


"_Está um gajo na entrada da ponte com o 1º Ministro atado de mãos e pés, e diz que se não lhe derem 100.000€, que lhe ateia fogo com gasolina, estamos a fazer uma colecta para ajudar."

O fulano pergunta:

"_Quanto é que cada um está a dar?"

O indivíduo responde:

"_Entre 4 e 5 litros cada um..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32

Intranquilizámo-nos...???

por Dona das Chaves, em 12.10.11
Hummm, e depois de fazer tudo com tranquilidade, eis, que surge agora a intranquilidade... pelo menos assim o disse o seleccionador nacional P. Bento, quando questionado pelo repórter N. Luz na conferência de imprensa ontem após o jogo com a Dinamarca. Depois assumiu a culpa na derrota, o que acho bem, é de louvar, muito poucos o fazem, se bem que os escolhidos não estejam de todo isentos de culpa, pois mais que do treinador a culpa é deles, porque são eles que estão dentro das quatro linhas e têm de dar o litro. No entanto a mentalidade portuguesa, que se viu em quase todo o lado, aquele pensar pequenino que tão bem define os portugueses, de que bastava um empate, como sempre acontece nestas alturas fez moça, e é o que se viu... vão aos play-off, e lá vamos andar a sofrer até à última, ou não fossemos nós os campeões do sofrer até ao fim...



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:31

A ver vamos...

por Dona das Chaves, em 10.10.11
Após uma semana de férias, e bem longe da net, as novidades no trabalho não me parecem nada animadoras. Não sei que rumo a minha vida irá tomar, certamente irá ficar pior do que já está, e não sei até que ponto eu vou ser capaz de encaixar as cenas dos próximos capítulos. A ver vamos. Não sei até que ponto poderei sequer aceder ao blogue, porque em casa estou sem net, e nem sei quando voltarei a ter novamente. As coisas estão um bocado beras, e há que aprender a viver segundo os novos tempos. Profissionalmente parece-me que irei passar de cavalo para burro, é uma sensação que tenho, mas nestes casos costumo ter a sensação certa, foi o juntar de 1+1=2, e perceber o porquê de cenas anteriores noutros capítulos. Se contribui, para que assim fosse? Não, nem uma única vez. É a conjuntura, sempre a malvada da conjuntura... e eu a pagar de uma forma ou de outra a crise deste país. Só espero que descendo de cavalo para burro, não me queiram reduzir o ordenado também, porque aí, eu prefiro que me mandem embora. Tal como disse, a ver vamos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:32


O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2011

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D