Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tiro no escuro...

por Dona das Chaves, em 26.03.12
Também a vida são alguns tiros no escuro, eu já dei uns quantos... em alguns acertei em cheio, noutros falhei por completo. Mas é a cair que nos levantamos, e hoje também a minha alma arde como o fogo, e eu sou capaz de incendiar o que quer que seja à minha passagem! A cada dia sou uma pessoa melhor, e isso devo à vida, aos tombos e à minha força de mulher que não se deixa vencer por coisas de nada! A vida é muito mais que um coração destroçado, ou uma carreira profissional mal sucedida. Somos nós que tomamos o pulso da nossa vida nas mãos e a temos de orientar, sem deixar que sejam os outros a fazê-lo. Eu já estou a orientar a minha vida, como sempre quis! Tenho o que sempre desejei, independência, um lar, dois gatos, e só me faltam as férias de sonho em Itália e Grécia, e o concerto da minha banda favorita, tudo o que vier depois é bónus! Sim eu sou feliz!




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:09

Pato...

por Dona das Chaves, em 12.03.12
O marido chega à casa às 18 horas e diz à mulher que tinha uma reunião às 22 horas, mas que não iria... pois considerava tal um absurdo.


Mas a mulher, preocupada com a carreira do marido, convence-o que o trabalho é importante.

O marido, esperto, vai então tomar um banho para se preparar e pensa:

"Foi mais fácil do que eu pensava!"

Como todas as mulheres, quando o homem vai para o banho, revista o bolso do casaco e encontra um bilhete onde estava escrito:

"Amor, estou à tua espera para comermos um pato com molho branco.

Beijão,

Sheila"

Quando o marido sai do banho encontra a mulher com uma camisa de dormir transparente, sem cuecas, toda fogosa e deitada de bruços.

O marido, ao ver aquele rabinho sob a transparência, não resiste e ... cá vai disto!

A mulher dá-lhe o tratamento completo, 2 vezes, e ele, exausto, vira-se para lado e adormece.

Quando se aproxima a hora, a mulher acorda o marido.

Este diz que não querer ir à reunião, mas ela convence-o novamente da importância do trabalho. O homem lá se levanta mas a mulher puxa-o para cima dela e diz-lhe:

- Ainda temos 10 minuinhos - e vai mais uma.

De seguida o homem lá se vai embora. Ao chegar a casa da amante, está arrasado.

Cansado, diz-lhe que hoje trabalhou muito e que só iria tomar um banho e descansar um bocado.

Como todas as mulheres, quando ele foi para o banho ela revistou o bolso do casaco, e encontra um bilhete onde estava escrito:

"Querida Sheila, o pato foi, mas o molho branco ficou todo aqui.......

Beijão......,

A Esposa."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:49

Fobias 1

por Dona das Chaves, em 07.03.12
Após deixar um comentário no blog da Smoo, sobre agricultura de quintal, lembrei-me que nunca confessei o que me deixa arrepiada só de pensar... quanto mais ouvir, ou sequer cheirar... Aquilo de que a maioria de portugueses gosta e aprecia, eu simplesmente abomino. Se alguém me quer ver arrepiada, até em pleno Verão com temperaturas de 40º, basta referir a palavra (já me arrepiei totalmente) COENTROS... e não me tentem enganar com eles sub-repticiamente escondidos em algum prato, eu dou por isso ao primeiro provar, algumas vezes até antes, pelo cheiro nos cozinhados. De resto gosto de todas as ervas aromáticas. Quanto a estas, nem sequer equaciono a hipótese de lhes tocar, e sou muito sensível ao seu cheiro. E como favas à portuguesa? Como, mas além de me dar ao hercúleo trabalho de retirar tudo o que seja essa planta para a beira do prato, as favas à portuguesa não me sabem a c-------, porque garanto quando sabem, não como nem mais uma fava nesse cozinhado... e não como mais nenhum cozinhado onde estes danados entrem.
E agora o segredo... em miúda eu gostava de uma açorda com essa planta, mas não me lembro em que altura da minha vida, nem o que se passou para que eu odeie, e me arrepie só de pensar nisto...
 (escrevi este post, com grande esforço e concentração, por forma a pensar o menos possível no elemento, e a arrepiar-me o menos possível... embora não tenha sido fácil, e me tenha arrepiado na mesma por mais vezes do que eu gostaria)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:24

Futurologia...

por Dona das Chaves, em 03.03.12
Parece que é assim que irei passar os próximos anos de vida... em sofrimento! Tarefas simples vão começar a ser dolorosas de executar. Dormir uma noite de sono em condições vai ser como acertar no totobola. Trabalhar vai ser uma miséria, uma vez que tudo o que implique movimento vai causar dor, trabalhar sentada vai ser igualmente miserável, porque não há posição que permita uma boa postura o tempo todo. Resumindo estou totalmente lixada, para sempre! A não ser que a ciência descubra algo maravilhosamente novo e infalível que cure bicos de papagaio e hérnias discais. Ainda me falta saber o que é mesmo a horizontalização do sacro. O que parece que alivia a coisa, é que isto é do tipo intermitente, dói agora uns dias, depois melhora, volta a piorar, torna a melhorar e por aí em diante. É como um casamento na igreja para toda a vida...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:09


O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D