Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O caminho

por Dona das Chaves, em 01.03.08

O dia passa e eu perdida nas ruas da minha memória! Como se não as conhecesse vou vagueando, rua acima, rua abaixo, sempre na esperança de encontrar a rua que me dá acesso ao caminho a seguir. Espreito nas janelas da amargura, passo pelas portas da solidão, dou uma olhada nas vielas de dias tristes, revejo conhecidos, recordo amigos, procuro sorrisos perdidos em tempos anteriores, ao próprio tempo, da minha lembrança. Continuo perdida, rua a rua, espreito aqui e ali, faz-se noite, reencontro velhos becos sem ninguém, gatos vadios que fogem de mim, assustados tal qual um filme de terceira categoria. Vagueio, sem destino, na esperança de numa rua qualquer, encontrar alguém que se tenha perdido, num qualquer dia do meu viver. Noite dentro, já meio desnorteada, espreito por uma janela iluminada, sorrio. Lá dentro, o olhar mais lindo que algum dia eu vi, lá dentro o sorriso mais belo que conheci. Deixo-me ficar a olhar aqueles olhos que me prenderam, embalada por tal sorriso. Saio dali, a sorrir, com o caminho iluminado, deixo para trás ruas escuras de memórias tristes, sem saber bem qual o caminho seguir, mas vai iluminado.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:35


6 comentários

De Jorge Freitas Soares a 01.03.2008 às 02:03

O unico que consigo dizer... fantástico

Tu tens alma de escritor

Jorge
http://oqueeojantar.blogs.sapo.pt/

De Gato Pardo a 01.03.2008 às 23:20

Lindo...

De um dos de mim a 02.03.2008 às 18:01

"Vagueio, sem destino, na esperança de numa rua qualquer, encontrar alguém que se tenha perdido, num qualquer dia do meu viver."

Excelente esta passagem, bem como todo o restante contexto em que se encontra inserida.
Escorre-te, da alma para a mente, desta para as mãos, que talham no teclado as palavras que nos ofereces, uma poética preenchida de imagens, sensações e sentimentos que, no fundo... só tu os poderias ter!

Obrigado por os partilhares com o Universo...

De sopro a 02.03.2008 às 20:38

lindissimo amiga... perdida, é como eu me sinto :(
jokas

De Pessoinha a 02.03.2008 às 21:44

Maravilhoso. Cada vez vais aprimorando mais a tua escrita.

Xinhus!

De blue eyes a 02.03.2008 às 23:16

Obrigado a todos pelas vossas palavras. A minha poesia, nada mais é, que o fluir de sentimentos, através da escrita, é um grito de uma alma igual a tantas outras.
Bem vindo um dos de mim.

Deixar posta de pescada



O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D