Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

08.Jun.07

Momentos....

Dona das Chaves
Ás vezes há letras de músicas, que descrevem na perfeição, alguns momentos da nossa vida... esta por exemplo eu já conhecia, mas nunca tinha reparado nas palavras com atenção, agora que estou na fossa.... mas como diz a letra da música....
O segredo continua a ser meu.....

Excerto de letra da música Alone, dos Heart


You don't know how long I have wanted
To touch your lips and hold you tight
You don't know how long I have waited
And I was gonna tell you tonight
But the secret is still my own
And my love for you is still unknown
Alone
07.Jun.07

Os sapatos..

Dona das Chaves

Hoje, fui com a minha irmã, a uma superfície comercial, para "dissipar" as merdas da vida (pelo menos eu, que ela foi para passear). Nada de anormal, não estivéssemos quase no Verão, e os únicos sapatos que tenho a condizer com a roupa que tinha vestida, não fossem umas lindas sandálias de salto em cunha, que desde que as comprei, há 4 anos, me mordem os pés... Pois, mas como não devo nada á inteligência, e não estava assim tanto calor, pensei, não me vão inchar os pés, e resolvi calçá-las. Os Primeiros cem passos, foram, normais, depois começou a tortura. Após uns momentos em cima dos saltos, e como não incharam os pés, começaram a friccionar na zona do dedão, e a apertar, tanto nos dedos, como na planta do pé. Tinha decidido, que iria comprar uns novos sapatos, mas com bolhas nos pés, experimentar sapatos é idiotice, porque todos apertam nessa zona. Então foi um andar de sapataria em sapataria, á procura, até ter o bom senso de desistir de comprar os tais sapatos de Verão, com salto, tipo Cinderela. Acabei numa loja Viva, passo a publicidade, a comprar umas alpercatas azuis, que "ficaram a matar" com as blusa preta e calças brancas que trazia vestidas...lol. Só que a aventura dos sapatos não fica por aqui, comprei as ditas alpercartas e calcei-as na hora, saí da loja e fui embora para o carro. Ao entrar no carro, diz a Minha irmã:

- " Os sapatos estão rotos...."
Espanto, olho para os pés, e a alpercata esquerda, quase toda rota, a descoser do lado de fora. Merda!!!! É preciso ter sorte, até para comprar sapatos... Lá fui eu á loja, para trocar os sapatos que tinha comprado 10 minutos antes.... cor de rosa desta vez, porque não havia mais azuis...
As sandálias, essas vão para o canto, porque desde que as comprei, que tento por todos os meios, que não me magoem os pés, mas não consigo, apertam tanto, que até o cérebro se sente apertado. Tenho verdadeira paixão pelas mesmas, são lindas, e mesmo compradas há 4 anos, estão muito actuais, só que, é como tudo nesta vida, aquilo que amo verdadeiramente, nunca permanece....
Mas com umas "solhas" destas.... não há sapato de "coiro", quanto mais de cristal.
06.Jun.07

Wish you were here...

Dona das Chaves
Para quem eu chutei, por um acesso de ciúmes, sem razão....mas é assim que começo a perceber que a minha sanidade mental está em risco. Perdi um amigo, por pura estupidez...Lamento, e agora é provavelmente tarde demais...

Pink Floyd - Wish you were here.
04.Jun.07

O riso...

Dona das Chaves
Se rir é tão bom e tão benéfico, porque é que não levamos o dia a rir?
Porque é que nos deixamos levar pelo mau humor, em vez de cultivarmos o "alto astral", como diriam os brasileiros? Eles são um bom exemplo de levar a vida bem disposto, mesmo que o mundo esteja a desabar na cabeça deles, eles sabem separar as coisas e manter a boa disposição. Se nós, mesmo quando estamos tristes, ao lembrarmos coisas positivas, ou aqueles que amamos verdadeiramente, sorrimos, porque não fazê-lo constantemente, não deixando que as más ondas se sobreponham, e nos estraguem o dia? Porquê levar os problemas para o trabalho, e trazer os do trabalho para casa? Essa parte eu já aprendi a separar, e não misturo trabalho com casa, e nem o contrário. Mas ainda, por vezes me deixo levar pelo mau humor e franzo a fronha....
03.Jun.07

Eu devia estar a dormir...

Dona das Chaves

A estas horas deveria estar a dormir, até porque apesar de me ter levantado tarde, amanhã tenho de acordar ás 5.30h. Só que não tenho sono. É normal, afinal sou mais morcego, que galinha. Prefiro muito mais deitar-me de madrugada, que acoradar a essas horas, pois é quando tenho sono. Já tentei muitas vezes, viver num horário, de galinha e não consigo, simplesmente, nasci morcego. Em horário morcego, até posso deitar-me todos os dias ás 4h da manhã, e acordar ás 9h, que ando fina, mesmo só tendo dormido cinco horas por dia, já em horário galinha, posso deitar-me ás 22h, e acordar ás 6h, ou 8h, e tendo dormido mais, acordo sempre com mais sono e para complicar mais a cena fico rabugenta... se me deitar ás 22h e dormir as mesmas 5h, ainda fico pior. Portanto, sou morcego...

Visto que não tenho vontade de ir para os braços de morfeu, ando por aqui a postar estas baboseiras, como se alguém tivesse interesse em ler este tipo de coisa. Afinal que é que quer saber do meu horário para dormir?

Lembro-me agora que não sou morcego, mas sim gata, além de me chamar Xana, tenho olhos de gata, e funciono em horário de gato, á noite... e quero uma guitarra como a da foto...quem me quer oferecer uma? É para cantar á lua, miauu....nas noites de lua cheia....só não quero que apareçam gatos... Sou uma gata solitária e pretendo continuar a sê-lo. Os gatos, são uma me---.

Só chateiam, e mal passa outra gata, saem a correr atrás dela, mesmo que venha outro gato junto e acabam á pancada, todos "rotos", e a dita sai com um gatinho, mais novo que esteve a assistir á briga e a rir á conta deles...

Bom, agora deixo a conversa de Chacha, e vou mesmo é fazer coisas de "gaja", tipo passar umas merdas a ferro, e dormir...
02.Jun.07

A idiota do costume...

Dona das Chaves

Ontem completei mais um aniversário. E vão 33.

Nada mudou, apenas a minha idade, continuo a ser a idiota do costume.

A minha vida neste último ano, parecia ter começado a fazer algum sentido, a partir de certa altura. Começo a construir o meu pequeno "castelo", com pequenos nadas, que me completavam, me davam verdadeiros momentos de felicidade. Mas como tantas outras vezes na minha vida, o "castelo" desmoronou-se ainda antes de chegar a colocar os primeiros tijolos.

Espero agora conseguir, recomeçar a construção de um novo castelo, mas desta vez só para mim, com pequenas consquistas, dia a dia, passo a passo, tijolo a tijolo. Espero construir algo grandioso, como sempre achei que seria capaz de fazer, mas fá-lo-ei com mais empenho, com mais garra, e mais determinação. Vou acabar de escrever o livro que comecei, e que espero que seja apenas o primeiro de muitos que se irão seguir.

Cabe-me apenas a mim, dar sentido á minha vida, e fazer dela algo grandioso, não para os outros, mas para mim, para que no final sinta que valeu a pena ter vivido, e ter deixado alguma marca por mais leve que seja.

Pág. 2/2