Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

08.Jan.08

Caramelos

Dona das Chaves
Vou dar uma de Jay Leno,( perdão se me engano e foi o outro comediante) e vou escrever as minhas próprias piadas.
Eu vivo algures, pelas bandas de Palmela, e como é praticamente tudo zona agrícola, já se sabe que o pessoal quando abre a boca, na maioria das vezes é para dizer coisas trocadas. Ora cá vou deixar alguns exemplos do falar caramelo ( sim que o pessoal que povoou estas bandas era originário da zona caramela no norte de Portugal, eram os caramelos de ir e vir, porque trabalhavam cá, e iam a casa no fim de semana, até que foram ficando, daí que ao pessoal aqui do campo chamem caramelos, e não saloios, que esses são os da banda norte de Lisboa).
Mas cá vão algumas pérolas do falar caramelo:

blancia - melancia
fregnete - camioneta
caminete (da carreira) - autocarro
lipopote - hipopótamo
pirum - perú
cacifro - frigideira
jorze - Jorge
vai lá fecar - vai buscar
ilifante - elefante
bassoira - vassoura
alpistra - alpista
canairos - canários

e tantas outras que agora não me lembro, mas ouvir este pessoal, é um exercício deveras estimulante para o cérebro tendo de descodificar algumas pérolas, algumas bem cabeludas, no entanto só me recordo destas. Um dia escrevo um livro sobre as raízes e sobre as gentes da minha terra, que apesar de tudo são malta porreira.
08.Jan.08

Um cantinho só para ti M.

Dona das Chaves



Porque sim, porque esta música tem um significado muito importante para a minha história, que um dia gostaria de contar aos netos, se lá chegar.Não é a primeira vez que a coloco, mas de vez em quando deixo-me levar por esta nostalgia dos momentos bonitos vividos ao sabor de um mar salgado, que se me trouxe algo bom, depressa levou.
Onde quer que estejas nesse mar imenso, sim, eu sei que foste cumprir o teu sonho. Não precisei que me dissessem , porque há coisas que simplesmente se sentem, por isso, sei que foste seguir o teu sonho, onde quer que estejas, esta música é para ti.
Que o mar onde navegas, seja sempre tão calmo como tu foste, e que a realização desse sonho te complete. Para mim é o fim de um ciclo, que agora se fechou sem se ter completado, mas há que seguir em frente. De hoje em diante, o desejo será apenas que estejas bem, onde quer que estejas, porque aqui sei que não mais irás estar, apesar de eu te guardar num cantinho só para ti.