Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sushi, a malvada!

por Dona das Chaves, em 24.02.15

Sushi5.jpg

Desde que criei o blog, ainda no Google em 2007, já passaram quase 8 Anos??? Bom, nessa altura devo ter falado do meu gato, O Elvis, o Gato! O Elvis já era um gato sénior, e com o passar dos anos, tinha de partir. Eu já tinha jurado que não ia querer mais nenhum gato na minha vida, porque o Elvis, partiu na sequência de um tumor altamente invasivo, que o debilitou profundamente. Pois, no dia em que o meu amigo de tantos anos partiu, caiu-me literalmente no caminho o Zé Maria, um gatinho minúsculo, magríssimo e indefeso. Não se deve cuspir para o ar, foi a resposta da veterinária do Elvis... Enfim lá trouxe o Zé Maria, e durante o tempo que viveu foi um gato muito querido e amado, mais do que eu pensei que fosse. Infelizmente viveu pouco mais de um ano, uma malformação biliar, ditou a sua partida prematura. Partiu quando o segurava nas minhas mãos... :-( e nesse exacto momento percebi, que o amava muito mais, do alguma vez pensei que voltasse a ser possível, sentir tal amor por um gato, depois do meu grande amor Elvis.

Andei muito tempo a pensar se quereria ou não outro gato na minha vida. Pensei e repensei. Umas vezes dizia que sim, que era possível voltar a ter outro gato, outras vezes dizia que não, que não queria ter mais nenhum animal, pois poderia ter alguma doença que o iria fazer sofrer, e já me tinham bastado os meus grandes amores, terem partido com doenças malvadas. Eis, senão, quando a minha irmã me diz que lhe ofereceram um gatinho Bosques da Noruega, mas que o ia dar a alguém que o quisesse... Pois, e eu ia deixar que isso acontecesse... Lá depois de tanto ter pensado, resolvi que o gatinho era meu, obviamente. O gatinho oferecido, virou gatinha! Ok, tudo bem na mesma, para mim gato ou gata, não importa, é um felino, até podia ser uma pantera, um jaguar... Lá recebi recado para ir buscar a dita cuja, e fui toda contente buscar a minha nova aquisição. De Bosques da Noruega, só tem o engano, porque é uma perfeita SRD. A mãe até é uma Bosques da Noruega, mas o pai, hummm, poder ser o Esfinge lá de casa, ou o SRD do vizinho, porque o Bosques lá de criadeiro não é de certeza. Tudo bem na mesma, eu não quis o animal por ser de raça, e enfim depois de já ter vivido uns maus momentos logo que chegou (nem podia ser de outra forma... olha a sorte...) cá está a foto possível da Sushi, a "malvada". Sim, que ela é uma malvada, que nada tem a ver com os dois amores anteriores, mas que hei-de fazer, é a minha "malvada", que veio "desestabilizar" o meu sossego, para me fazer perceber que os gatos são o que são, e não o que nós queremos que eles sejam. E assim, agora tenho uma "malvada", que me tira do sério muitas vezes, mas é a personalidade dela, e é como os filhos, não os podemos moldar, apenas temos de saber viver com a sua personalidade, e gostar tanto deles, como se fossem uns doces. Mas até eu já tenho vontade de fazer "malvadezes" de vez em quando...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:31

Cotas e beijos!

por Dona das Chaves, em 20.02.15

Há poucos minutos atrás, dei-me conta que começo a ficar cota... e não é por causa da idade, isso faz parte do processo. Então é porquê? Simplesmente, porque a minha sobrinha a caminho dos seus 13 anitos, estava com o computador aqui do meu lado no Facebook, e eu olhava para o que se passava com os amigos dela. Ao ver que um "pito" imberbe estava a assumir que estava numa relação, perguntei como quem não quer nada, quem era a "pita" escolhida, sabendo que não era a minha sobrinha, o "pito" dela é outro. Respondeu que era a colega x, e eu perguntei se a rapariga não seria maior que o rapaz, pois a miúda é já bem crescida para a idade, e parece que afinal até são do mesmo tamanho. Estava eu já a imaginar coisas (afinal para que raio há-de contar o tamanho da rapaziada), e a ficar preocupada, e perguntei, se afinal estão numa relação, se eles andariam aos beijos pela escola. Recebi resposta negativa, que ainda não viu nada... Ufa... e eu a pensar que garotas de 12 anos já andavam aos beijos com os namorados... não andam pois, não...??? Não podem, ainda usam cueiros... ainda precisam tanto dos mimos da mãe, ainda usam uma fralda velha e puída, para agarrar durante a noite, podem lá andar aos beijos com os rapazes na escola??? É por isso que digo, que estou a ficar cota, não consigo aceitar estas "modernidades". Já no meu tempo as raparigas de 12 anos, tinham namoricos e lá iam havendo uns beijos atrás dos pavilhões da escola, e na paragem do autocarro, mas nesse tempo eu não ligava, e não era tia de uma adolescente de 12 anos, logo queria lá saber quem andava aos beijos com quem. Até agora, sei que a minha sobrinha e o seu "pito" não andam aos beijos, mas fico preocupada se as amigas começam a andar aos beijos com os namoradinhos, porque a coisa pega-se, e umas não querem ficar atrás das outras, e lá vai disto. E dos beijos em diante, é só um passo muito ténue. E não, a conversa da educação, blá, blá, é muito gira, mas as garotas são todas boas meninas, até ao dia em que saltam etapas, porque as hormonas são mais fortes que a educação e alertas em casa. É preciso ser-se águia para conseguir estar em cima do acontecimento a vigiar, e perceber onde e quando é preciso actuar. Sei que a minha irmã, é a melhor amiga da filha, que sabe tudo o que se passa com a filha, mas coração de tia, fica preocupado, porque também sei que a minha sobrinha, é uma adolescente curiosa, com amiguinhas já muito avançadas para a idade, e não sendo eu mãe, não adianto nada em conversar com a minha irmã, porque sei que ela vai ficar naquela de que não percebo nada de filhas adolescentes. E se calhar não percebo mesmo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:18

Há muito, muito tempo...

por Dona das Chaves, em 13.02.15

... eu vinha ao meu blog, quase diariamente, certinho e direitinho, tipo relógio suísso!!! O que se passou entretanto? Quase tudo e quase nada...!!! Assunto para escrever, foi coisa que nunca me faltou, faltou foi muitas vezes a paciência, depois de uma reviravolta no rame-rame da vida. Foi a crise, foi a vida que não deu as voltas que eu pretendia que ela desse, foi a família que sem aumentar, dobrou em trabalho, deixei de ter net ilimitada, e os dias vão passando, e apenas vou ao Faceburro, para falar com alguns amigos, com a net da minha sobrinha, e nada mais. Penso sempre que tenho de voltar à vida blogueira, mas ponho como meta, ter net minha outra vez, antes de voltar a escrever. Como acho que essa coisa de fidelização, não se justifica, não gosto de prisões, afinal as operadoras é que nos deviam pagar para nos mantermos na rede deles, ainda não encontrei um  serviço que me satisfaça. Ou pago demais por um serviço móvel com poucas horas de navegação, ou fico atarraxada a um serviço com tudo e mais alguma coisa que eu nem uso, nem preciso, por mais €s, que os que eu posso pagar, e assim há uns anitos que não tenho serviço de net que me permita blogar com a frequência que eu gosto. E esta conversa toda para quê? Alguém me perguntou alguma coisa? Não, mas decidi que vou fazer por vir aqui mandar os meus bitaites do costume, com mais frequência, para os que porventura possam ter sentido saudades das minhas idiotices, e para os que não conhecem perceberem que afinal há sempre mais um(a) idiota com algo a dizer, ainda que muitas vezes acertadamente! Há, e como já devo ter referido, algures num post longínquo, não tenho intenção de usar o acordo ortográfico na minha escrita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46


O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D