Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

16.Jun.15

Curuzeees....!!!!

Dona das Chaves

Embora lá a despejar assim de rajada os últimos acontecimentos, da vida desta criatura que diz ser dona das chave: acidente a 6 de Maio, carro na oficina; hospital a 6 de Maio, dor no peito por causa do acidente, não há costelas partidas, volta a casa com medicamento para dores musculares; dias seguintes com dores enormes no peito, lado direito; uma semana e tal depois paro medicação, as dores são ainda mais, logo no dia a seguir quase deixo de ter dores... passadas duas semanas, febre sem motivo, antipirético 3 dias, visita ao sap, mais 3 dias de antipirético???; após tanto antipirético, novamente sap, pára antipirético, febre tem de ter motivo, mas volta para casa sem terapêutica... febre recomeça, obviamente... dois dias depois, hospital novamente, alguma tosse; Triagem, segue com senha amarela, após referir que lá tinha estado há duas semanas... uma hora e tal depois, nova triagem... e vai esperando... mais outra hora e tal, nova triagem??? perguntam do que me queixo... resposta óbvia, olhe não sei, já estou aqui à tanto tempo, e já é a terceira triagem, que daqui a pouco nem sei se estou aqui com alguma queixa por doença, ou se estou só ver como funcionam as urgências... assim de repente, sou chamada à sala aberta, médica de pneumologia... afinal alguém fez bem o trabalho de casa; análises e rx ao tórax, possível infecção pulmonar; passado o tempo do resultado das análises, acho que o rx ainda não tinha chegado, médica chama, e confirma infecção pulmonar, recomendação de fugas às correntes de ar... deves... então eu até trabalho numa estufa e tudo... passa a febre com antipirético, antibiótico, e algo para fazer a tosse, ser tosse mesmo, não um cof-cof tão fraco, que parece quase nada; chega resposta do seguro da outra envolvida no acidente, após um mês de insistência em saber resolução da coisa, eu sou culpada do acidente, porque perdi o controlo da minha viatura, violei o artigo não sei quantos do código da estrada...??? What, a sério??? Mesmo...??? Oh pá, e o STOP, não faz parte do código da estrada??? Violar um STOP, causar um acidente com vítimas, é o quê??? Uma proeza pelos vistos, que é o que a outra pessoa envolvida fez... E nem sei onde foram buscar a bela ideia de que perdi o controlo da viatura, porque bati na viatura que não respeitou um STOP, e se atravessou na minha faixa de rodagem, obrigando a que tentasse evitar o acidente, mas mesmo assim foi impossível, e acabei por bater na lateral da outra viatura... pois, é verdade eu violei o código da estrada... tentar evitar um acidente é violar o código da estrada, não respeitar um STOP, não... segue pedido de apoio jurídico, sem tempo de resposta certo; ok, este ano sou obrigada a tirar férias fora da minha data normal ( segunda metade de julho), portanto na próxima semana, vou estar de férias sem carro para deslocações, porque desde o acidente que ando tipo à boleia, ora um dia com o carro da irmã, ora uma manhã com scooter do pai, tarde com carro da irmã... pois só chatices... entretanto acaba remédio para fazer sair a tosse, que nunca saiu... mas sem medicamento resolveu sair, sempre manhosa na mesma, mas lá tem dado que fazer... algumas dores no peito entretanto, e agora também ameaças de dor de garganta, e as correntes de ar continuam; no meio disto há mais de uma semana um acidente de trabalho com uma aparafusadora e um parafuso daqueles que parecem uma broca na ponta, estraçalham-me o indicador da mão esquerda... que maravilha de vida que isto tem sido desde o início de Maio... então e a balança, que tínhamos feito um acordo para que ela só me desse notícias de subida do meu peso, e já quebrou o acordo e só dá notícias em contrário, logo agora que estava mesmo esbelta para o verão...  e no trabalho sobem as responsabilidades, mas comandar uma equipa de mulheres não é tarefa fácil, para mais quando uma vive com uma depressão e anda a medicamentos, mais umas coisas esquisitas, outra é uma cabeça no ar, toma as indicações todas na escada... e o trabalho só aumenta... já diz o outro da novela que a minha irmã está a ver: CURUZEEES!!!!