Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

29.Dez.07

As primas...

Dona das Chaves
A minha irmã está a ver uma novela brasileira na televisão e eu acabo de ouvir um nome que se enquadra na perfeição naquilo que vou escrever a seguir. Ontem ao ler um post de outro blog, o espaço Riscos e Rabiscos, e comentar o mesmo, resolvi também falar de primas. A minha família, não é de todo exemplo para ser seguido. Tanto a minha mãe como o meu pai, tem 4 irmãos cada. Cada irmão(ã) tem pelo menos dois filhos, o que me número de primos já dá um número jeitoso. Só que, ninguém se dá assim muito bem, sempre houve ditos e mexericos, entre cunhadas (do lado do meu pai), entre irmãos (do lado da minha mãe), enfim, cambada de malucos. Ora, os primos(as), como os pais não se cruzam lá muito bem, também não são de se darem em relações de amizade, apenas uns poucos, do lado do meu pai nos damos um pouco melhor. Ora esta história existe porque eu e a minha irmã temos primas diferentes. Quê? Sim, eu tenho uma prima que é só minha, ela tem uma prima que é só dela.
Mistério, como é isso possível, se somos ambas filhas do mesmo pai e mãe? Fica para a segunda parte.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.