Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

10.Jan.08

Bitaites...

Dona das Chaves
Se camelos e aviões são incompatíveis, porque raio vêm construir o aeroporto nesta banda? Se calhar os camelos são os de Ota e Alenquer, e os otários somos nós.
Só para começo da merda o meu projecto de construção já está embargado, sem hipótese de aprovação nos próximos 7/8 anos. Mas porque raio não consegui eu convencer os meus pais a vender o terreno antes? E a minha casinha? Óbvio que o pessoal de Canha está satisfeito, vivem no lado contrário às pistas, eles dum lado da nacional 10 e as pistas do outro. Eles a nascente, as pistas do lado poente com orientação N/S, bem mesmo na direcção da minha lúgubre casota, acabando em terrenos do concelho de Palmela. E sim, o aeroporto fica praticamente todo em terrenos do Montijo e Palmela, porque raio se fala tanto em Alcochete, se nós aqui é que vamos levar com os aviões na tola todo o santo dia? E sim, já está definida uma directiva que vai impedir novas construções num raio de 25 km, em volta do aeroporto ( segundo eles novas cidades, em privilégio das já existentes). E a minha casinha, como é que vai ser, o meu sonho destruído, a merda do terreno passou a valer 0, desde a hora de almoço de hoje. Quando se especulou a hipótese de Rio Frio, houve um embargo à construção durante anos, agora será totalmente proibido, e depois não querem que o pessoal abandone os campos, se não podemos construir dentro do que é nosso, vamos viver para a cidade e viemos cultivar as terras todos os dias? Para comprar casa na cidade tem que se vender o terreno, e se não se deixa construir quem quer o terreno? Vou ter de viver em casa dos pais até andar de bengala, tá visto. O preço a pagar pelo progresso de Lisboa, para mim é muito alto, eu lá quero saber de turistas? Eu queria era ter a minha casa no campo, no sossego do deserto, não me importando de ser camelo, se isso significar viver em Paz.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.