Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

17.Mar.08

Decisão...

Dona das Chaves



Hoje dicidi que te odeio. Odeio-te com todas as minhas forças, e de hoje em diante será assim! Para sempre! Não mais terás direito ao meu amor. Decidi, que não te amo, como decido que roupa vestir. Não tens mais ordem para me roubar sorrisos sem sequer te ver. Decidi que te odeio, tal como odeio coentros, decidi que és um coentro na minha vida. Nem o cheiro suporto, só de pensar arrepio-me. De hoje em diante odeio-te, odeio lembrar-me de ti, odeio saber que exististe na minha vida. Hoje decidi que te odeio, porque te amei mais do que podia. Odeio tudo o que me fizeste crescer, odeio que tenhas sequer olhado para mim. Hoje decidi que te odeio, por tudo que vivi nos teus braços. Odeio que te tenhas lembrado de mim, quando o mar te levou longe. Odeio ter deixado que te ligasses novamente na minha corrente. Odeio que me tenhas chamado anjo, odeio tê-lo devolvido. Hoje decidi que te odeio.



Uma vez o amor perguntou ao ódio:
-Por que tu me odeias tanto?!
O ódio respondeu:
-Porque um dia te amei demais.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.