Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

15.Jul.07

IVG

Dona das Chaves
A propósito da nova lei do aborto que entra hoje em vigor, dei conta, que este pessoal, não entendeu muito bem a coisa. E porquê? Porque já há centenas de pedidos de consultas, para a realização de IVG. Não deveria, haver, o pessoal, não entendeu que a lei é apenas para casos digamos de "acidente"? A lei não é um convite aberto a fazerem sexo sem prevenção, caramba.
Façam sexo, sim, mas caramba, existem pílulas, preservativos, e uma imensidão de outras coisas, para evitar uma gravidez indesejada. Até parece que andou tudo no bem bom, sem se preocuparem, porque agora, que não é punível, vai-se ali ao hospital e é como ir á praia, e apanhar um escaldão, dura dois dias, e daqui a um mês estão prontas para outra... Ou isso, ou a percentagem de IVG, que se faziam antes, clandestinamente é aterradora... E isso também é preocupante. As pessoas, precisam pensar muito bem, quer em como fazer sexo seguro, quer em como evitar uma gravidez indesejada. Pela percentagem de pedidos de consulta prévia, percebe-se que as pessoas não tomam as devidas precauções, em termos de prevenção de gravidez indesejada, nem de doenças sexualmente transmissíveis. Eu não sou nenhuma moralista, apenas fico chocada com a forma como as pessoas vivem a sexualidade nos tempos que correm, com tantas doenças transmissíveis sexualmente, parece que ninguém se preocupa. Sexo pode ser bom e saudável, desde que vivido com as devidas precauções, tanto para se evitarem doenças, como para as pessoas com relações estáveis, evitarem um gravidez indesejada. A lei foi referendada, para as pessoas aprovarem ou não, eu votei sim, mas com consciência, sabendo que se fosse aprovada, seria para as pessoas apenas optarem, por uma IVG, em casos muito isolados. O que aprece que aconteceu, é que está tudo a pensar que a lei serve para todos os casos e mais alguns, e que já ninguém se preocupa, afinal, já não é proibido...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.