Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

01.Mar.09

Lay-of

Dona das Chaves
Se eu já acho que os humanos estão doidos, agora tenho certeza.
O mundo está de pernas para o ar com a crise, e nas notícias só se houve falar de falências, despedimentos, redução de efectivos, etc e tal. Hoje rezava a história que um empregado de uma multinacional algures no norte deste país, perante o lay-of que havia sido acordado para esta semana, se apresentou ao trabalho todos os dias. Na entrevista, declarava então o sr. frente à câmara de tv que tinha feito planos para ir de férias com a mulher e os filhos, no Verão, provavelmente até para fora, e que lhe estavam a gastar as férias com os lay-of, e quando chegasse ao Verão não iria ter férias para gozar, que gostava era de ter férias no verão, e assim não podia ser... E agora pergunto eu: e chegar ao Verão e ver que lhe marcaram férias definitivas, hum, que tal? Francamente, eu não percebo, as pessoas preferem ir para o desemprego, a conservar o posto de trabalho e ter comida na mesa, ainda que tenham de fazer um esforço para ajudar a empresa onde trabalham a não fechar portas. Será que não vêm as notícias? Será que só pensam a olhar para o umbigo? Depois ouvimos nas notícias que em Portugal o nível de produção é dos mais baixos da Europa... por isso, não há investimento em Portugal... Depois, emigra-se, e nos países para onde emigram, trabalham 14 horas por dia, e não se queixam... Dentro de portas querem é férias no Verão, e se há crise, que se lixem os lay-of, as férias é que contam. É certo que muitas empresas abusam dos trabalhadores, mas também é certo que em Portugal a produção é mesmo baixa, e que nas fábricas em geral, ninguém se esforça para melhorar, e isto sei eu, com toda a certeza deste mundo, que já trabalhei em algumas. Eu prefiro fazer um esforço e conservar o meu trabalho, mesmo que até nem gostasse dele por aí além. Vale mais um pássaro na mão, que ir de férias no Verão e quando voltar verificar que não tenho mais trabalho, que a empresa fechou portas... e não ter pássaro nenhum... nem a voar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.