Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

19.Dez.07

Mais um achado...

Dona das Chaves
Pareço um arqueólogo, só achados... bem não há dinossauros, só poemas. É o resultado das pinturas, obrigou a que mexesse em papeis antigos, que já não me lembrava por onde tinha deixado. Mas no caderno de poesia, encontrei alguns perdidos que ainda não transcrevi para o mesmo, mas que faço gosto em partilhar com os meus leitores. Ora cá fica mais um:

Se eu fosse o vento ia soprar à tua janela,
ia sussurrar ao teu ouvido,
diria aquilo que te quero contar mas não consigo,
ia dizer que te quero, mesmo que não faça sentido.

Se eu fosse o sol ia iluminar a tua janela,
ia acordar-te pela manhã,
beijava o teu rosto adormecido,
acordava-te com um sorriso.

Se eu fosse o luar ia espreitar à tua janela,
ia suavemente adormecer-te,
velava os teus sonhos,
dormia na tua companhia.

Quem me dera ser
o vento, o sol, o luar,
ter 24 horas por dia,
para te poder amar.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.