Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

14.Abr.08

Nem contigo, nem sentigo...

Dona das Chaves
Há muito tempo que não me via em dificuldades por ser gaja! Quer dizer, havia pequenas coisas que me dificultavam a vida, mas nada significativo, nada que não pudesse resolver sozinha! Mas como ser gaja é ser posta à prova com mais frequência do que é desejável, de vez em quando lá tenho umas provações que me tiram do sério. Desde que me dei mal no amor, que resolvi que gajo nenhum me faz falta, e não faz mesmo... até ao momento em que por virtude do Inverno, a minha circulação sanguínea, resolve que no pé direito não é para ser feita! E que tem isto a ver com gajos? Simples, e fácil, se tivesse um gajo, pelo menos quando me deito, não ia levar uma eternidade para me deixar dormir, enquanto o raio do pé não aquece, porque teria uma pernas onde enroscar o desgraçado do pé e fazer a circulação retornar. É que não dá jeito nenhum, andar a fazer barulho em casa, para fazer a água quente chegar até á casa de banho para meter o pé debaixo de água quente, de madrugada. E as noite que têm estado frias... as minhas costas também agradeciam, qualquer calor extra! Outra provação de ser gaja? O creme hidratante nas costas! O ex-gajo reclamava da pele seca, e a menina que até é bem mandada, e gostava de agradar ao seu gajo ( não sei para quê, quando a pele estava macia ele já tinha dado de frosques) começou a deixar de ter tanta preguiça no Inverno e passou a por creme hidratante, sempre, todos os dias sem falta, em vez de só ás vezes... E para quê? Tem uma pele de seda, mas as costas, a avaliar pelo tempo que não lhes põe creme já devem parecer o dorso de um crocodilo, com tanta secura, escama e ponto negro... Pah, nas costas, nem que uma gaja seja contorcionista, e das boas, nunca vai conseguir por creme. É nestas horas que uma gaja percebe que um gajo lhe faz falta, mas só mesmo nestas horas, porque depois veste novamente a pele de gaja, mesmo gaja, e já não precisa do gajo para nada, porque para as outras coisas até há soluções bem deliciosas, e sem reclamações, exemplo disso? Uma reunião com as amigas de tupper-sex, e mais não digo!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.