Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

blue eyes

O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa aquilo que aqui for postando dia a dia, ou à noite...Como só tenho um neurónio disponível, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

12.Nov.07

Porque estou assim... em dia não...

Dona das Chaves
Hoje foi mais um dia não! Lá ando a precisar do mar novamente, isto está a tornar-se crítico. A solidão é uma MERDA. Estou a provar um veneno, muito amargo. E ainda estou em casa dos pais, quando me mudar, é que vai ser uma merda daquelas... Vou dar em doida. Amigos? Cada um tem a sua vida, todos são casados, com filhos pequenos, quem se vai importar com uma gaja solteira, que resolve viver sozinha, com um gato que parece um carneiro? Neste momento, não vivo uma solidão entre paredes, apenas uma solidão da alma. A vida não tem sido generosa comigo, no campo dos afectos, se em pequena, tinha mimos, depois de entrar para a escola, acabaram. Daí até hoje tornei-me uma pessoa carente, coisa que só quem me conhece bem, percebe, porque não deixo transparecer, geralmente mostro o meu lado alegre. Mas os anos passam, e a idade começa a ter um certo peso, que me faz sentir ainda pior. Busco no mar, a companhia, que não tenho fora dele. O mar é meu confidente, sabe das minhas mágoas, dos meus desejos mais secretos, das minhas fantasias, e responde-me com a calma que preciso para continuar, a viver cada dia, como se fosse o último.


Aqui ficam duas músicas, que gosto, e condizem com o meu estado de alma de hoje.