Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bolo do Amor

por Dona das Chaves, em 24.02.10

Ingredientes:

1 cama quente
2 corpos diferentes previamente lavados
500g de carícias
1 banana, não muito madura
2 tomates com pele
2 marmelos
1 forno devidamente aquecido e bem lavado
Beijos (quantidade escolhida).
Tempo mínimo de cozedura

- 15 minutos


Confecção:

Introduzir delicadamente os 2 corpos na cama, adicionando 50g de beijos ou mais, conforme a sua preferência.
Cobrir a superfície dos corpos com 500g de carícias (pode adicionar mel ou açúcar).
Agitar com as mãos os marmelos até estes ficarem ligeiramente rijos mas de forma a não machucarem.
Meter a banana previamente aquecida com a ponta dos dedos, no forno, à temperatura ambiente.

Recomendações:
Deixar os dois tomates com pele no exterior.
Manobrar a banana delicadamente em sentido vai-vem.
Fazê-la sair de tempos em tempos e voltar a metê-la, controlando assim a cozedura e com a preocupação de esta não perder o sumo antes do tempo.

Atenção especial:
Não bata as claras em castelo.

Nota: O tempo de cozedura pode variar com a marca e tipo de forno utilizado.
Deixe arrefecer se não usou nenhum produto, desenforme nove meses depois.
Se usou, lave bem a forma e a banana e estão prontos para outro bolo.

Recomendação especial:
Não se importe de repetir frequentemente a receita, a fim de saboreá-la, pois além de fazer muito bem à saúde e ao espírito, cada vez que se prova é mais gostoso!

BOM APETITE!!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32

Vou abrir a boca...

por Dona das Chaves, em 06.01.10
Nunca abordei este tema aqui no blog, mas visto que já estou a ficar farta de ouvir falar de um referendo, sobre um assunto que já está mais que debatido e que a ser referendado só servirá para gastar dinheiro dos contribuinte, vou hoje por a pata na argola e esperar que puxem a corda e me enforquem, ou não...
As pessoas, fazem muito fumo, sem terem fogo para se queimarem... Para quê gastar dinheiro em referendos, sobre assuntos que apenas dizem respeito a um determinado grupo da população? Sinceramente eu não vejo onde está o problema dos homossexuais se casarem, o que temos nós a ver com o tipo de relacionamento dos outros? Não usem a conversa da família, que isso só fica mal. Parece que a família é apenas um resultado do casamento, que se não há casamento não existe família. Quantos casais há neste país que nunca casaram e que tem filhos, e netos, etc? Estas pessoas não podem ser consideradas uma família, porque não casaram e porque não descendem de um casamento de papel assinado? Acho que casamento e família são duas coisas completamente distintas, em que uma, não inviabiliza a outra, logo se duas pessoas do mesmo sexo se casarem em nada estão a deturpar a "instituição" família, tão apregoada por aqueles, que, como não sabem como ser contra e apontar razões válidas, usam essa desculpa. Família, é algo que não tem nada que ver com religião, apesar de quase todos usarem a definição da igreja para definir o termo família, e um casal que nunca teve filhos não deixa de ser uma família, então um casal homossexual é uma família também, tenha ou não um papel passado a dizer que se casaram ou não. O casamento é só e apenas um papel assinado entre duas pessoas e umas testemunhas, que para quem o contrai é uma forma formalizar uma união entre duas pessoas. Uma família, é algo que não implica papéis assinados, nem testemunhas, é-se (de) uma família e pronto, e não significa que as pessoas tenha contraído casamento, nem nascido na "constância" de um casamento, isso é conversa de religião e só serve para complicar. Eu descendo de duas famílias, a da minha mãe e a do meu pai, e os meus primos, descendem das famílias dos respectivos pais, e nem sei se entre tantos tios e tias, eu quero lá saber se são casados de papel passado ou não? Não deixam de ser da minha família, os filhos dos meus primos que vivem em união comum. E desse(a)s filho(a)s se um(a) optar pela homossexualidade, não deixará de ser da minha família, e depois o(a) companheiro(a) também será da minha família. Então porquê, misturar duas coisas tão diferentes? É como misturar água com azeite. As mães/pais solteira(o)s não são família? Logo, casamento, não significa família, mas união, e duas pessoas do mesmo sexo podem viver em união, e assinar um papel que formalize o facto, tão simples como isto, não devem haver muitas coisas.
Além do mais, ninguém tem nada que ver com a forma como cada um oficializa uma relação, sejam um homem e uma mulher, sejam duas mulheres ou dois homens. Se as pessoas estão bem com a situação, então ninguém tem nada que ver com o assunto.
Então e gastar o dinheiro dos contribuintes, num referendo sobre a necessidade da linha de alta velocidade, da nova ponte rodo-ferroviária sobre o Tejo, sobre o NAL, essas coisas, que levam milhões de €€€€€ e que essas sim, nos dizem respeito a todos? Não há ninguém a fazer petições para se referendarem esses assuntos de interesse nacional, pois não? Pois é, neste país é moda ser contra as chamadas "minorias"...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:37

Para (so)rir...

por Dona das Chaves, em 23.11.09
Dois jovens namorados fazem um passeio na montanha, durante o Inverno.
Á tarde, o rapaz vai à procura de lenha para fazer uma fogueira.
Quando volta diz à namorada:
- Querida, tenho as mãos geladas!!!
Responde a namorada:
- Põe-nas entre as minhas pernas. Elas aquecerão!
No dia seguinte, ele vai procurar mais lenha para a fogueira
e quando regressa, diz outra vez:
- Querida, tenho as mãos geladas!!!
Responde a namorada:
- Põe-nas entre as minhas pernas. Elas aquecerão!
Depois do jantar, ele volta a ir procurar mais lenha e
quando regressa, diz outra vez:
- Querida, tenho as mãos geladas!!!
Responde a namorada:
- Pelo amor de Deus, homem!! Será que nunca tens frio nas orelhas?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:08

As minhas adoráveis ex-namoradas.

por Dona das Chaves, em 05.09.09
Quem tem a minha idade, e não tem companhia aventura-se a fazer algumas coisas sozinha. Ontem fui outra vez ao cinema, e desta vez a uma estreia. Tinha de ser, não podia faltar, o único homem louro neste mundo que me faria suspirar se nos cruzássemos um dia, é o actor principal. Então lá fui ver o belo do Matthew, e o restante elenco num argumento que não tem nada de novo, mas que consegue o objectivo do filme, que é entreter e levar as mulheres ao cinema para ver o belo do louro, ou os homens para verem a ... bem não me lembro do nome, e também não fui lá para a ver a ela. Alguns momentos para rir, outros para reflectir, um filme para ver acompanhado pela cara metade, para quem a tem, ou sozinha para quem como eu já não está para ficar à espera de companhia para coisa nenhuma.
A história, gira em volta de Connor Mead, que nas vésperas do casamento do irmão, o tenta convencer a não casar. Connor é um mulherengo que seduz todas as mulheres com quem se cruza, com um amor recalcado que abandonou por medo de a perder. Pelo meio vão surgir alguns fantasmas, sendo que quase todos são de ex-namoradas ou mulheres com quem se envolveu, e que o vão guiar numa viagem pela vida passada, presente e futura dele, na tentativa de o fazerem ver o quão errado tem sido em relação às mulheres, e ao amor, e em como pode acabar por morrer sozinho. Entre tantas situações, ele vai criar alguns conflitos no presente, conseguindo mesmo acabar com o casamento do irmão. Mais fantasmas, e lá vai ele tentar resolver os estragos que causou.
Mais não digo, vão ao cinema, ou esperem pelo DVD, etc e tal, eu gostei de ver o meu loirinho, fofinho, de sorriso maroto. Ah, a menina em questão é a sra Afleck, Jennifer Garner.

Fica o trailler.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:38

Se estão com...

por Dona das Chaves, em 02.09.09
...pressa para uma rapidinha, esqueçam. Refreiem os ânimos, travem a fundo, metam-se na arca congeladora até a vontade abrandar, deitem água fria nos locais mais óbvios, mas parem, para primeiro rezar. Principalmente se são católicos. Segundo esta notícia aqui, a igreja católica está a incentivar os casais unidos pelo matrimónio a rezar antes de terem relações sexuais. O que isto quer dizer? Que as rapidinhas só podem surgir depois de rezarem, o que na prática vai fazer muita gente sair da missa ao domingo de manhã a correr para dar largas aos ímpetos sexuais enquanto ainda estão sob efeito das rezas, é aproveitar enquanto podem.
A igreja publicou um livro com orações, quer dizer, rezas para todos as fases da vida conjugal, para serem rezadas sempre antes do acto sexual. São rezas, que isso de orar implica outras conotações e a igreja não vai nesses "filmes".
Daí que se não são católicos e nem estão unidos pelo matrimónio, sigam, esqueçam tudo o que foi aqui escrito e não percam tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

Urgente...

por Dona das Chaves, em 16.08.09



Estes 3 pequenos, estão abandonados à sua sorte, sem abrigo de dia ou de noite, estão à beira de uma estrada, podendo ser atroplelados ou causar um acidente. Eu não posso trazer nenhum, já estou com população residente a mais. Eles passam para dentro da vedação, mas como não há abrigo vêm para fora à procura de sombra, atravessam a estrada. Há uma senhora que lhes põe alguma comida e água, e eu também lhes levo comida, mas esta situação não pode manter-se, estes pequenos precisam de um lar que os acolha. São dois rapazes e uma rapariga, ficam de tamanho médio a grande, mas são meigos, e agradecem tudo o que se possa fazer para os tirar dali, um lar que os acolha, uma associação, mas está um calor infernal e estes desgraçados não tem abrigo. Como qualquer animal abandonado eles não saem da área onde foram deixados, na esperança vã, que quem os abandonou volte para os levar de novo para a casa onde nasceram. Se alguém quiser um amigo para a vida, ou souber de quem queira um bom guarda no quintal basta deixar mensagem no blog, com os dados para entrar em contacto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31

Vampira... ou nem por isso...

por Dona das Chaves, em 18.05.09

Ela jamais pensou que se metesse em alguns "assados", como o que acabou de sair. Agora decorridas algumas horas, repensa a situação e percebe que não sente arrependimento absolutamente nenhum, por se ter portado tal qual uma cadela que não tendo outra forma de o fazer se defende com os dentes. Até se consegue rir da situação, afinal deve ter deixado uma impressão bonita, da marca dos seu dentes nos abdominais musculados dele. Quem o mandou esticar-se mais do que tinha permissão? Lá diz o ditado " a pressa é inimiga da perfeição", e neste caso foi mais que certo. Ainda lhe perguntou se ele tinha comido sopa de elásticos, para que entendesse que se estava a esticar mais do que devia, mas ele estava tão obstinado nos seus intentos, que acabou por ficar marcado. Ela imagina a cena que deve ter acontecido a seguir, e até gostava de ser mosca por um momento, poder estar a ver a justificação que ele deu perante a favorita, perante uma marca de dentes femininos no abdómen. Ela não viu a intensidade com que deixou os seus dentes marcados, afinal mordeu-lhe por cima da camisa, mas pelo menos surtiu o efeito que queria, ele não insistiu mais e retirou a mão de onde insistia em colocar.
A saída acabou ali mesmo, não havia mais nada para dizer, ela marcou a sua posição, ele insistia que se queria algo dizia, que não andava com meias medidas, mas ela continuava sem perceber porque é que ele não percebia o seu lado da questão. Dali nunca iria sequer restar uma amizade, afinal para ele as mulheres devem ser como objectos que usa em proveito próprio, e depois de livra deles sem o menor remorso. Desta vez saíram-lhe as contas furadas, saiu-lhe um osso duro, e não teve dentes para o roer, antes foi mordido. No caminho de regresso, ainda teve o desplante de lhe tentar dar lições de moral como se ele tivesse moral para o fazer. Ela ainda lhe pediu desculpa por ter dado a dentada, mas não se arrependeu de o ter feito, e também deixou claro que a opinião dele em nada ia mudar a sua atitude perante a vida, irá continuar a ser a mesma, e com isso dorme tranquila sem arrependimentos. Irá continuar a não confiar em ninguém, até que lhe provem que merecem confiança. Foi acusada de medir todos os homens pela mesma bitola, de fazer pagar o justo pelo pecador, e no fim de contas com os seus actos ele provou que ela tem razão, e que ele sim, mede as mulheres todas pela mesma bitola, se é mulher, logo é para comer. Provavelmente não está habituado a que lhe de digam que não, e levou com um não redondo, para aprender que nem sempre inocência quer dizer que se está disponível, ou que isso significa que se embarca na primeira canoa furada que nos apresentam. Ela pode ser naif, mas não é tola, e muito antes entendeu que ele seria um galinha, apenas deixou correr as coisas a ponto de lhe dar uma lição, que deixou marca. Ela sabe que logo que lhe passem as marcas que lhe deixou, ele voltará à sua vida de sedução, mas sabe que jamais terá notícias dele novamente, afinal deixou bem definida a sua posição e se ele tem memória sabe que não se deverá meter com alguém como ela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10

Prémio calcinha...

por Dona das Chaves, em 03.05.09
A Sitiletto, achou que eu e o meu único neurónio, merecíamos um prémio, e presenteou-me com este muito feminino por sinal :p





Agradeço o prémio, e como sempre existem regras, que são as seguintes:


1. Escrever uma frase, citar um título ou contar uma historinha sobre os seguintes seis assuntos: vida, cinema, literatura, viagem, amor e sexo;

2. Indicar seis blogues que realmente consideres femininos e inteligentes;

3. Linkar o blogue que te indicou;

4. Postar as regras para que outros as repassem;

5. Inserir o selinho recebido do "Papo Calcinha".

Pois aqui fica a minha resposta:

Uma vida pode ser tudo, pode ter tudo. Do tempo de uma vida, pode-se retirar o que queremos, e muitas vezes o que não queremos. Da literatura ao cinema, muitas são as vidas que passam diante de nós. Algumas são uma viagem pelos sentidos, outras simples passagens, de momentos de amor, ódio, carinho, paixão, violência, astúcia, tristeza, e sexo, com mais ou menos pimenta, contidas noutras vidas. E vamos vivendo a nossa vida enredados noutras vidas como uma aranha na sua teia, que pode ser o nosso refugio, ou o nosso cadafalso. Cada um de nós tem o poder de comandar a sua teia.

Agora vem a parte difícil que é passar o prémios a outros 6 bloggers, mas que eu não vou fazer, porque desta vez, fico com o prémio para mim. Claro que não é bem assim e quem se sentir tentado, pode levar o prémio para o seu pedaço e responder também.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:56

Amor é...

por Dona das Chaves, em 07.03.09

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30

Pois...

por Dona das Chaves, em 20.02.09
Ouvi nas notícias que tinham apanhado uma rede pedófila, imagens o todo o aparato que normalmente envolve estes casos. Do já "normal" da anormalidade sobressaiu a parte em que disseram que haviam padres envolvidos... E agora? Então, ninguém da igreja vem dizer nada? Como é, só casar com muçulmanos é que é meter-se em sarilhos, a eutanásia é atentar contra a vida humana... Sexo, é só para reprodução. Os homossexuais são anormais... E padres molestarem sexualmente crianças inocentes, é o quê?
Pois podem mandar a Pide vir cá fechar o estaminé...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:20


O nome desta gaita, não interessa para nada. Interessa apenas aquilo que aqui for postando, dia a dia, ou à noite, tanto faz...Como só tenho um neurónio disponivel, é muito certo que saia asneira de vez em quando, ou quase sempre...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D